WhatsApp

82 99655-2747

Troca de tiros termina com dois bandidos mortos e quatro presos em Delmiro - Um Giro De Informações

Cidades

12/05/2017 às 05h58 - Atualizada em 12/05/2017 às 05h58

Troca de tiros termina com dois bandidos mortos e quatro presos em Delmiro

Redação
Boca da Mata - AL

Uma intensa troca de tiros, ocorrida na manhã desta quinta-feira (11), entre policias e bandidos, terminou com dois homens mortos e quatro pessoas detidas.

O tiroteio foi registrado por volta das cinco horas da manhã, no povoado Lagoa dos Patos, na zona rural de Delmiro Gouveia.

Os policiais militares estavam cumprindo mandados de busca, apreensão e prisão, expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca do município, e foram surpreendidos pelos homens fortemente armados.

Houve uma troca de tiros e dois dos criminosos, um deles identificado como Walisson dos Santos Silva, foram baleados durante a operação.

Os dois suspeitos baleados foram levados pelos policiais para o hospital da cidade, mas não resistiram aos ferimentos e faleceram enquanto recebiam atendimento médico.

Quatro homens foram presos foram e identificados como Flávio Dantas Santos (Negão), 19, Josivan da Silva (Neguinho), Alexandre Gomes Lisboa (Léo) e Maciel Ribeiro (Dandinho), 20. Eles foram levados para a Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), sediada na cidade.

Na operação, também foram apreendidos dois revólveres calibres 38, uma quantidade de droga e aparelhos de telefone celular apreendidos durante a ação.

A ação, coordenada pelo delegado Rodrigo Cavalcanti e o major Anaximandro Tenório, comandante do 9º-BPM, envolveu policiais civis da delegacia regional e militares do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes), Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes – Caatinga) e Rádio Patrulha (RP).

Os trabalhos foram acompanhados pelo delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, gerente de Polícia Judiciária da Área 1, delegado Cícero Lima, chefe do Comando de Policiamento de Área do Interior (CPAI-1), tenente-coronel Joaz Fontes, comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio, e o secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Lima Júnior.

Segundo o delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, titular da 1ª-DRP, Walisson Silva, um dos mortos na ação, era apontado como líder de uma quadrilha responsável por tráfico de drogas e acusado de pelo menos três homicídios no município. “Ele tinha várias passagens pela polícia e vinha aterrorizando o Ponto Chique e as 369 casas. Era considerado de alta periculosidade”, revelou o delegado.

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 60 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados

T3 Web Soluções